A maioria dos empreendedores e profissionais motivados sabe da importância de investir em si mesmos – construindo habilidades valiosas e melhorando seus pontos fortes ao longo do tempo. Isso significa que além de incluir metas de crescimento para os lançamentos de novos produtos, novos mercados, eventos para participar, é igualmente importante que um empreendedor consiga definir metas para o desenvolvimento de habilidades pessoais que ajudarão a se tornar mais bem-sucedido em seus negócios.

Afinal, no momento em que você se torna um empreendedor, você começa a perceber que o que parece fácil na teoria – “Eu tenho que construir um grande time” – não acontece da noite para o dia.

Mas como reconhecer as habilidades de um empreendedor?

Dale Carnegie, escritor norte-americano, reconheceu as habilidades dos grandes empreendedores e líderes há cerca de um século. Ele e uma equipe de pesquisadores desenvolveram um currículo baseado em figuras como Thomas Edison e Abraham Lincoln. Seus insights são tão relevantes hoje como eram na época.

Com base no que Dale Carnegie disse que os melhores empreendedores, de presidentes a donos de pequenos negócios, praticam regularmente, aqui estão reunidas as 9 principais habilidades que você precisa dominar:

1. Comunicação

Sua empresa pode rapidamente passar do topo para a queda livre quando a comunicação não tem propósito, clareza e impacto. Na verdade, uma comunicação eficaz pode revolucionar uma ideia, dar nova vida a um produto ou marca.

Steve Jobs não era apenas um gênio criativo, ele também era um poderoso comunicador. Reserve um momento para revisitar seus discursos – você entenderá rapidamente como ele transformou a Apple em uma das empresas mais valiosas do mundo.

Desenvolver uma comunicação nítida e concisa é fundamental para toda e qualquer interação com clientes, parceiros, colegas, e clientes potenciais. Inclusive, diversos especialistas e psicólogos acreditam que a comunicação é a habilidade mais importante que um empreendedor deve dominar.

2. Empatia

A capacidade de se conectar, entender e se colocar no lugar de seus clientes e colaboradores é fundamental para um grande empreendedor. No começo, a empatia ajudará você a avaliar os desafios do seu público, identificar seus pontos problemáticos e avaliar se eles pagarão ou não por suas soluções. Seus clientes sabem se você realmente se importa com eles.

Quando você escolhe demonstrar empatia por suas dificuldades, desafios e situações únicas, você abre um contexto completamente diferente em seu relacionamento com eles que é baseado em ajudá-los a resolver seus problemas, em vez de garantir que você seja pago.

3. Curiosidade

Grandes empreendedores são encarregados de descobrir novos problemas, revelar potenciais oportunidades de nicho, refatorar seu processo de negócios original e inovar constantemente. Isso depende de ser curioso por diferentes áreas de estudo e casos de negócios fora da zona de conforto, e depende do quanto você está disposto a arriscar-se no desconhecido. Lembre-se do que Carnegie disse “Tente a sua sorte! A vida é feita de oportunidades. O homem que vai mais longe é quase sempre aquele que tem coragem de arriscar.”

Banner E-book Dale Carnegie

4. Vendas

Uma empresa que não consegue vender seus produtos ou serviços está rapidamente saindo do negócio. Independentemente do seu ofício, até mesmo artistas, desenvolvedores de software, escritores e quase todo mundo precisa vender habilidades para sobreviver no mundo dos negócios. Se você precisa de financiamento, você tem que vender sua ideia para os investidores.

Além disso, um empreendedor deve estar à vontade para fazer divulgação, criar novas oportunidades de negócios e encontrar os canais de vendas certos que convertem melhor.

5. Construção de Relacionamento

Em nosso mundo altamente conectado, os lobos solitários são os principais candidatos à extinção. Na nova economia em que a moeda social é o padrão pelo qual seu valor é avaliado, você precisa que as pessoas progridam. Desde a oferta de referências, passando por endossos, recomendações, inspiração e apoio moral, sua rede de pessoas é seu recurso mais valioso – sua rede é seu patrimônio líquido. Então, faça amigos e construa relacionamentos mutuamente benéficos que lhe darão o potencial para grandes novas oportunidades no futuro.

6. Contratação e fornecimento de talentos

Porque você não pode fazer tudo sozinho, você  precisará de pessoas para ajudá-lo a alcançar seus objetivos. Para isso, deve desenvolver a capacidade de identificar talentos e fazer as contratações corretas. Se você não for cuidadoso, vai acabar com um novo contratado que drena sua energia e orçamento sem gerar valor suficiente em troca. Seja seletivo, inteligente e metódico quando o assunto é contratar pessoas para o seu negócio.

7. Resiliência

Lidar com rejeições, estresse, esgotamento físico e mental, falta de foco, progresso lento. Dale Carnegie foi cirúrgico quando disse que “Muitas das coisas mais importantes do mundo foram conseguidas por pessoas que continuaram tentando quando parecia não haver mais nenhuma esperança de sucesso.” Determinação e vontade de lutar contra o mesmo adversário todas as manhãs são fundamentais quando se trata de construir um negócio a partir do zero.

8. Compartilhamento e Colaboração

A disposição, o comprometimento e a habilidade de compartilhar seu trabalho de maneira regular e efetiva o levarão mais perto de alcançar seus objetivos. Não é por acaso que o compartilhamento de informações, crowdfunding e open source são termos-chave que descrevem os pilares da nova economia. Como empreendedor, compartilhar seus objetivos, progressos e desafios em diferentes canais pode levar a soluções surpreendentes, relacionamentos fortes e negócios inovadores.

9. Paixão

Empreendedores apaixonados são aqueles que consideram ser um empreendedor uma parte de quem são. De acordo com um artigo da revista Harvard Business Review, “HowEntrepreneursCanKeepTheirPassionfrom Fading”, pesquisadores indicaram que empreendedores flexíveis, confiantes, atentos aos feedbacks são muito mais resilientes e capazes de manter a paixão viva mesmo em tempos ruins. Afinal, como nos alertou Dale Carnegie “Você nunca alcança o sucesso verdadeiro a menos que você goste do que está fazendo.”

Bem, concluímos que há muitas maneiras de planejar o sucesso futuro dos negócios, mas investir em si mesmo, construindo novas habilidades ou aprimorando as existentes, continua sendo uma das decisões mais inteligentes que você pode tomar como empreendedor. É hora de escolher cursos, comprar livros, obter treinamento e começar a abrir sua mente. Para tudo isso, conte sempre com a Dale Carnegie.

ILA 2019