O trabalho é uma parte muito importante da vida de todos nós. Afinal, muitas pessoas passam mais tempo no trabalho do que em casa, com suas famílias, estudando, ou dedicando tempo a outras atividades. É por isso que encontrar um equilíbrio entre a vida pessoal e profissional tem sido cada vez mais importante. Em outras palavras, é essencial definir e reconhecer o que é exatamente qualidade de vida no trabalho e como melhorar o nível.

Assim, a qualidade de vida no trabalho pode ser definida como o nível de satisfação em relação às atividades desempenhadas e ao ambiente corporativo. Um ambiente organizacional de qualidade promove uma sensação de segurança e desenvolvimento pessoal e profissional entre os funcionários.

Especialistas afirmam que o termo qualidade de vida no trabalho foi utilizado pela primeira vez nos Estados Unidos, na década de 1970, quando as empresas americanas buscavam superar seus concorrentes (principalmente empresas japonesas) aumentando a motivação de seus funcionários. No entanto, sempre foi da natureza humana valorizar o bem-estar durante as tarefas diárias. Como dizia Dale Carnegie: “Sucesso é conseguir o que você quer, e felicidade é gostar do que você conseguiu.” Ou seja, não adianta chegar ao topo do nível corporativo em uma empresa, sendo que não se gosta do trabalho e do ambiente.

A lista abaixo contém dicas para promover a qualidade de vida no trabalho. Aproveite para implementar!

Conceitos e benefícios da qualidade de vida no trabalho

As vantagens para as empresas que adotam conceitos de bem-estar, assim como a cultura de qualidade de vida no trabalho, são inúmeras. Produtividade, atenção e aumento de motivação, o ambiente organizacional melhora, há uma diminuição em despesas relacionadas com tratamentos de saúde, taxas de rotatividade diminuídas, maior retenção de talentos e aumento de lucros, entre outras vantagens.

E os profissionais também têm muitos benefícios: reconhecimento pelo trabalho, ambiente de trabalho saudável e inspirador, tempo gasto com qualidade, alimentação melhorada, maior foco em atividades físicas, mais criatividade, acesso a benefícios que melhoram o bem-estar, etc.
E pode começar com o maior número possível de profissionais incentivados a mudar pequenas coisas, como subir as escadas em vez do elevador ou andar de bicicleta em vez de pegar o carro, beber mais água e comer refeições balanceadas a cada 3 horas.

Adote horários flexíveis

A implementação de horários de trabalho flexíveis permite que os funcionários, sempre que possível, se afastem do tráfego pesado, cuidem de problemas pessoais durante o horário comercial, levem ou coloquem as crianças na escola, trabalhem quando for mais produtivo, façam uma aula, isto é, coisas que melhoram o desempenho.

A flexibilidade também promove um aumento no comprometimento e responsabilidade. Além disso, reduz o número de ausências e a quantidade de horas extras, à medida que o tempo é gerenciado de maneira melhor.

Home office é outra opção. Várias empresas já permitem que seus funcionários trabalhem de casa, ou de um lugar de sua escolha, uma ou duas vezes por semana. Isso permite que o profissional trabalhe de forma mais concentrada, sem interrupções dos colegas e o ruído do escritório.

Menos tempo gasto no deslocamento significa mais horas gastas com a família, mais tempo para hobbies e exercícios, mais momentos com amigos, mais horas de sono, e isso torna um funcionário mais feliz.

Invista em programas de bem-estar

A empresa pode oferecer aos colaboradores parcerias com vagas especializadas ou disponibilizar nas atividades da empresa, como massagens, aulas de yoga e relaxamento, exercícios ergonômicos, manicure e academia. Também é comum formar grupos corporativos para corrida e / ou ciclismo.

É interessante promover campanhas de conscientização sobre alimentação saudável, controle do tabagismo, câncer (novembro azul, outubro rosa), sedentarismo, estresse, entre outros.

Banner E-book Dale Carnegie - Liderar Uma Equipe de Vendas

Não existe um modelo único para um programa de bem-estar que funcione para todas as empresas. O programa a ser implementado precisa se adequar ao perfil dos funcionários da empresa, sua cultura e localização. Quaisquer que sejam as ações incluídas no programa, o importante é incentivar as pessoas a adotarem hábitos saudáveis que tragam prazer e felicidade a suas vidas.

Ofereça benefícios completos

Hoje, além de parcerias com academias e clínicas, é possível oferecer benefícios mais inclusivos que atendam às necessidades dos funcionários que viajam (acesso a academias em diferentes cidades, no Brasil e no exterior) ou que queiram se exercitar perto de casa e o escritório. Além disso, não apenas o treinamento com pesos está disponível. Muitas academias oferecem várias atividades esportivas, permitindo que os usuários façam o que quiserem, onde quiserem.

Os resultados comprovaram que as empresas que fornecem benefícios integrais reduzem as taxas de inatividade física, colesterol, IMC, risco cardiovascular e obesidade, o que consequentemente diminui os gastos da empresa com seguro saúde e absenteísmo.

Reconhecimento dos colaboradores

Investir em cursos e treinamentos mostra a preocupação da empresa com o desenvolvimento de seus colaboradores. Quando eles têm mais conhecimento, concluem as tarefas com mais eficiência. Prêmios e bônus também são excelentes maneiras de reconhecer os esforços dos funcionários.

Quando os funcionários estão mais preparados, eles fornecem resultados superiores à concorrência. Além disso, o aumento da motivação e satisfação dos funcionários reflete no aumento da satisfação do cliente.

Ações que evidenciam o investimento em funcionários diminuem o giro, atraem e retêm talentos, além de aumentar a percepção do funcionário sobre o alto valor agregado dos benefícios proporcionados pela empresa.

Compromisso Mútuo

A fim de obter apoio dos funcionários, os empregadores devem iniciá-los em termos de liderança por exemplo ou auto-compromisso. Eles devem fornecer ferramentas e equipamentos adequados; treinamento adequado e outros insumos necessários para que as pessoas realizem com sucesso seus trabalhos.

Empoderamento

Empoderamento significa dar às pessoas o poder, autoridade, liberdade e responsabilidade para realizar seus trabalhos. Isso lhes dá uma sensação de controle sobre seu trabalho e faz com que se sintam dignos de fazer as coisas por conta própria.

O empoderamento leva a uma maior satisfação no trabalho e senso de controle, o que pode resultar em melhor comprometimento e lealdade.

Equilíbrio Trabalho / Vida

Ajudar os colaboradores a alcançar o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal incentiva as pessoas a permanecerem na organização. Isso porque o equilíbrio entre vida profissional e pessoal é uma das principais preocupações atuais. As organizações que permitem aos empregados equilibrar responsabilidades profissionais e familiares têm impacto positivo na decisão dos funcionários de permanecer com eles.

E, então, gostou do texto? Agora que você sabe o que é a qualidade de vida no trabalho, informe-nos: quais dicas você colocaria em prática ou planeja implementar? Compartilhe conosco nos comentários. E conte com a tradição dos treinamentos da Dale Carnegie para ajudar a transformar sua vida profissional em um grande sucesso, sempre com um equilíbrio saudável e qualidade de vida no trabalho.

Banner E-book Dale Carnegie - Liderar Uma Equipe de Vendas