A cultura corporativa pode ser a chave para o sucesso ou a condenação ao fracasso de uma empresa. Falando assim, é simples concluir que você precisa trabalhar esse aspecto na sua organização o quanto antes. Mas colocar isso em prática pode ser mais difícil do que se pensa.  

Ao contrário do que se pode imaginar, a cultura corporativa não se limita apenas aos preceitos propagados em conversas ou que fazem parte da missão, visão e valores da empresa. Ela se dá de forma muito mais inconsciente do que se possa imaginar. Ou seja, por meio dos pensamentos compartilhados que impulsionam as ações e atitudes dos colaboradores. E esse é o motivo que torna tão complexa a tarefa de instituir uma nova mentalidade em alguns locais de trabalho. 

Uma pesquisa da Dale Carnegie & Associates se dedicou a entender como líderes seniores lidam com isso, além de conhecer as suas percepções a respeito da cultura organizacional de suas empresas. Eles também foram questionados sobre como suas atitudes reforçam e impactam a construção de uma organização forte. 

Neste artigo, trouxemos os principais resultados e insights fornecidos pelo estudo. Mas, antes de revelá-los, você deve estar se perguntando se é, realmente possível, criar uma cultura corporativa bem-sucedida. É o que discutiremos logo a seguir. Acompanhe. 

É possível criar uma cultura corporativa bem-sucedida? 

Não podemos mentir: em empresas cuja dinâmica organizacional já está bastante arraigada, pode ser que criar uma cultura corporativa forte e bem-sucedida seja mais trabalhoso. Mas veja bem: trabalhoso, não impossível 

Como falamos anteriormente, a cultura se dissemina todos os dias, em todas as interações que acontecem dentro da empresa. Assim, já está incrustada na forma de pensar de todos os colaboradores. Em contrapartida, mesmo sendo uma espécie de “pacto invisível”, pesquisas apontam que funcionários de diferentes áreas dentro de uma organização costumam ter visões diferentes sobre o que ele, realmente, significa. 

Dessa forma, para fortalecer, ou redirecionar, os valores da empresa, é preciso realizar uma mudança profunda na mentalidade. Claro que parece ser uma tarefa hercúlea monitorar o comportamento de todos, mas existe um atalho que apenas os grandes líderes ousam tomar: a mudança da própria postura. 

Gestores bem-sucedidos entendem que as suas atitudes são as principais propagadoras da cultura corporativa. Por esse motivo, focam seus esforços em fazer das suas ações um exemplo para os demais. Entendem que ela se constrói a partir das interações humanas e partem desse princípio para atingir seus objetivos. Eles investem em uma construção de longo prazo todos os dias, nos pequenos gestos. 

Portanto, se você também espera instituir uma cultura corporativa de sucesso na sua empresa, comece definindo as suas metas: quais ações quer reforçar? Deseja modificar alguma? O que espera alcançar com isso?  

Os líderes seniores entrevistados para a pesquisa da Dale Carnegie & Associates, certamente, precisaram responder a essas perguntas antes de colher os resultados apresentados.  

Transformando atitudes e ações: como os líderes seniores criam culturas bem-sucedidas no local de trabalho 

A pesquisa foi realizada com 600 líderes seniores, de 4 países. Além de analisar os dados de todos os participantes, uma pequena parcela se destacou: 21% disseram que consideram sua cultura corporativa excelente. Nesse subconjunto, também foram avaliados os resultados financeiros, taxa de turnover e pontuação de engajamento dos colaboradores. Esse grupo foi, então, chamado de Campeões de Cultura (CC). 

Primeiramente, o estudo perguntou a todos os participantes: o que você considera um desafio para a implantação de uma cultura corporativa forte? Divididos entre os CCs e os demais gestores, os resultados foram: 

  • transparência no local de trabalho: um desafio para 44% dos Campeões de Cultura e para 27% dos outros gestores; 
  • pressão por produtividade: apenas 46% dos líderes CC consideram isso um entrave, contra 50% do outro grupo; 
  • rotatividade do quadro de colaboradores: representa uma dificuldade para 40% dos CCs e 42% dos demais líderes. 

Foram analisadas, também, as atitudes que os entrevistados tomam para fomentar a cultura corporativa e, claro, encontradas diferenças entre os líderes seniores Campeões de Cultura e os demais gestores. Uma das mais significativas foi quando perguntados se acreditam que ela pode ter impacto no desempenho financeiro. Enquanto 92% dos CCs concordam sobre sua importância no atingimento de metas, apenas 58% dos demais dão a mesma relevância. 

Na sequência, foram questionados sobre os impactos da cultura organizacional no engajamento dos colaboradores. Mais uma vez, uma grande discrepância entre os dois universos: enquanto apenas 2% do grupo de alta performance disse que ela tem um impacto leve, moderado ou nulo, 28% dos outros líderes reiteraram esse pensamento. Por fim, quando perguntados se acreditam haver ligação entre a motivação dos funcionários e os resultados financeiros, 92% dos Campeões de Cultura disseram que sim. 

Treinamento: uma ferramenta importante para a criação de uma cultura corporativa forte 

Quando se trata de esforços diretamente relacionados ao engajamento de colaboradores, houve mais semelhanças do que diferenças entre os dois grupos de organizações. De acordo com todos os líderes seniores entrevistados, as três principais coisas que as empresas estão fazendo para melhorar sua cultura são:  

  • fornecer treinamento de desenvolvimento (43%);  
  • melhorar as condições de trabalho (37%); 
  • criar caminhos claros para o progresso na carreira (30%).  

Investir em educação corporativa é uma das maneiras mais eficazes de fazer com que os colaboradores se sintam valorizados pela empresa. Ao tentar fortalecer a cultura corporativa, contar com o apoio de cursos e treinamentos para inserir a equipe na nova realidade aumenta, consideravelmente, as chances de sucesso. 

Nós, da Dale Carnegie, há mais de 100 anos ajudamos líderes e empreendedores a alcançarem resultados extraordinários. Neste link, você encontra a lista de cursos disponíveis na sua região. Converse com um de nossos consultores e conheça todos os detalhes.