Ter uma boa oratória não é exclusividade apenas daqueles que conseguem cativar milhares de pessoas na plateia e falar à vontade, como se estivesse entre amigos. Vendedores de sucesso sabem que essa habilidade é fundamental para cativar clientes, construir laços de confiança e fechar mais negócios, mesmo que a audiência seja composta por uma única pessoa (o que é bastante comum quando falamos em vendas).

Imagine que você está tentando comprar um produto ou serviço, mas o seu interlocutor fala tão baixo que você mal consegue entendê-lo, ou então, fala tão rápido que as informações parecem não fazer o menor sentido. Com certeza, a experiência de compra é totalmente afetada. Uma comunicação clara e assertiva é primordial para aumentar vendas.

Neste artigo, vamos compartilhar com você algumas dicas essenciais para quem sabe que pode melhorar a oratória e também para aqueles que desejam torná-la ainda mais persuasiva. Acompanhe!

7 dicas para ajudar você a desenvolver uma oratória excepcional

Ao vender um produto, você está mais que apenas tentando fechar um negócio: você está vendendo uma ideia. Assim, nada mais natural que uma boa oratória e poder de persuasão andarem juntos. Só é possível convencer alguém de algo quando se tem um discurso organizado, que explore bem as ideias centrais e que mostre ao (possível) comprador o quanto você acredita, de fato, no que está vendendo.

Nervosismo, timidez e ansiedade são comuns, mas não podem ser entraves que se refletem no discurso. A boa notícia é que é possível deixá-los de lado ao tentar convencer alguém de que fechar com você é a melhor opção.

A solução? Prática! Como escrito por Dale Carnegie no livro “Como falar em público e influenciar pessoas no mundo dos negócios”: “A principal causa de você ter medo de falar em público é simplesmente o fato de que você não está acostumado a falar em público” e completa: “Você verificará (…) que o falar em público pode ser uma alegria e não uma agonia, meramente por ir aumentando sua bagagem com um rosário de bem-sucedidas experiências”.

Ou seja, uma boa oratória não é algo inato a certas pessoas, impossível de ser desenvolvido. Pode ser adquirido e aprimorado a qualquer altura da vida. Nestas 7 dicas, você vai perceber como é possível, sim, ser um bom orador e tornar o seu discurso muito mais persuasivo com pequenas mudanças.

1. Tudo começa pela apresentação

Quem trabalha com vendas sabe que estar bem apresentado, com roupas limpas e bem asseado é essencial. Mas, o que poucos sabem é que uma boa apresentação pessoal pode influenciar diretamente no recebimento do discurso.

Isso porque antes de conversar com você, o cliente o vê. E, por menos que se queira julgar, inconscientemente há a leitura visual do vendedor, que pode ser determinante em fazer o discurso ser bem aceito ou descartado logo após as primeiras frases.

2. Conheça o seu produto e o seu mercado

Não há oratória que sustente um discurso vazio. Estude com afinco tudo o que engloba a sua venda: diferenciais, mercado, concorrentes e você verá que, naturalmente, o seu discurso ficará mais afinado e sua oratória mais fluida.

Quando se conhece bem o assunto do qual será falado, um outro ponto importante é trabalhado: a organização mental. Isso quer dizer que você irá conseguir estruturar melhor as ideias que pretende passar, criar links persuasivos e não deixar que o assunto “se perca” durante a negociação.

3. O semblante também compõe a oratória

A oratória não se refere apenas às palavras que são ditas, à cadência do discurso e à dicção. A sua linguagem corporal também pode ter papel fundamental no sucesso da sua fala. Fique atento aos músculos do seu rosto, eles devem estar relaxados, em especial a região dos olhos. Lábios contraídos e um corpo rijo também devem ser alvo de constante atenção.

Banner E-book Dale Carnegie

Esse relaxamento pode ser conseguido ao se alongar (antes de sair de casa e também em pequenos intervalos durante o dia), esticando pernas, mãos, braços e também girando levemente o pescoço. Faça isso 2 ou 3 vezes todos os dias.

4. Pratique palavras difíceis

Quanto mais naturalidade houver na fala, melhor é o orador. Se o seu negócio engloba algumas palavras e expressões de difícil verbalização, pratique-as sozinho e em voz alta algumas vezes ao dia. Vale até mesmo compor frases que as contenham para que você possa ouvir por completo e, assim, identificar e corrigir possíveis cacofonias.

5. E as fáceis também

Ao falar informalmente, a dicção pode “sumir” com algumas letras ou sílabas, então, mesmo as palavras mais corriqueiras devem ser praticadas. Dê maior atenção às palavras terminadas em “s” e “r” e pratique pronunciá-las corretamente. É essencial que, ao falar, todas as sílabas sejam pronunciadas, especialmente, as últimas de cada palavra.

Para ajudar, um exercício simples pode trazer bons resultados: inspire profundamente, coloque uma caneta entre os dentes e pronuncie as palavras que você encontra mais dificuldade em vocalizar.

6. Inclua “palavras-gatilho” no seu discurso

As palavras-gatilho são aquelas que têm o poder de despertar e prender a atenção. Uma das mais importantes para os vendedores muda a cada negociação: o nome do cliente.

No célebre livro “Como fazer amigos e influenciar pessoas”, Dale Carnegie cita um princípio importante: “Lembre-se de que o nome de um homem é para ele o som mais doce e mais importante que existe em qualquer idioma”. Para quem almeja melhorar a oratória e, com isso, aumentar vendas, esse ensinamento deve estar presente no discurso todos os dias.

Algumas outras palavras com alto poder de persuasão são: fácil, grátis, comprovado, garantido e imediato.

7. Grave o seu discurso

Com o auxílio do celular, leia trechos em voz alta e grave-os para ouvir depois. Seja crítico na sua audição e perceba os pontos em que a sua voz oscila e no tempo das pausas entre as sentenças. É essencial que o vendedor, ao conversar, não faça pausas longas. Elas podem ser percebidas como dúvidas ou desconhecimento.

A oratória, assim como o autocontrole, é costumeiramente associada a algo natural de vendedores e líderes de sucesso. Desenvolvê-la é questão de prática e comprometimento, sendo uma habilidade que pode ser de aprimorada por todos aqueles que desejam aumentar vendas e se destacar na profissão.

Gostou de conhecer nossas dicas sobre como melhorar a sua oratória? Caso você tenha alguma técnica própria que o ajudou, compartilhe conosco nos comentários ou nos envie uma mensagem!

Banner E-book Dale Carnegie - Liderar Uma Equipe de Vendas