Quem é empreendedor, provavelmente, já passou por uma situação semelhante a esta: uma ideia inovadora, cheia de potencial, é desenhada, aprimorada e… fica no fundo da gaveta. Pouco tempo depois, alguém lança, justamente, o produto ou serviço que você vinha idealizando. Será que alguém teve acesso aos seus arquivos e roubou a sua ideia? Provável que não. A resposta pode estar na iniciativa. E muito, também, na capacidade de apresentar ideias de quem implementou o projeto.

Entre os empreendedores, especialmente os “de primeira viagem”, ainda paira o medo de comentar sobre o negócio com alguém e ter a ideia copiada. De fato, é sempre bom ter cuidado com quem dividir o que pensa ― assinar um Acordo de Não Divulgação ajuda a dar mais segurança ―, mas não compartilhar pode fazer com que o empreendimento morra antes mesmo de nascer.

Seja para angariar investimentos, potenciais parceiros e fornecedores e, inclusive, engajar os colaboradores, a capacidade de comunicação é essencial para o empreendedorismo. Ela, nada mais é, que um instrumento que vende ideias. E nenhum empreendimento irá prosperar sem que alguém as compre.

O empreendedorismo não exige que você se comunique como um showman, mas foca em como transmitir suas ideias com clareza. A comunicação envolve muito mais que uma linha de raciocínio a ser seguido, mas, também, gestos, tom de voz e outras expressões corporais. Neste artigo você vai conhecer algumas técnicas que podem ajudar a desenvolver essa habilidade e levar o seu negócio mais longe.

A importância da comunicação para o empreendedorismo

Muitos investidores dizem que investem tanto no empreendedor quanto na ideia. Ou seja: mesmo que a proposta seja incrível, se não houver convencimento e força de vontade, o investimento pode não acontecer. Com os colaboradores, a comunicação também pode ser a diferença entre uma equipe que acredita no negócio e aquela que apenas cumpre horário.

Como você pôde perceber, a comunicação é exigida em todos os momentos da jornada empreendedora. Para os mais tímidos, essa pode ser uma constatação assustadora, mas é preciso ― e possível ― desenvolver uma boa comunicação, segura e assertiva.

Para começar, é bom elucidarmos que a fala em público é composta de duas partes: a racional e a emocional. A primeira diz respeito ao conteúdo que será passado, enquanto a segunda, à forma como isso acontece. Se bem estruturada, mas com pouca emoção, pode se tornar maçante para quem está ouvindo. O contrário também é válido: de nada adianta um discurso inflamado com pouco conteúdo.

Dominar técnicas básicas de comunicação permite ao empreendedor dosar, com maestria, esses dois elementos, travando um diálogo fluido e claro com qualquer interlocutor. Abaixo, você encontra algumas dicas que irão ajudar a ter uma conversação mais fácil e persuasiva. Acompanhe.

5 dicas para dominar a comunicação no empreendedorismo

Especialistas em comunicação costumam dizer que o primeiro passo para convencer interlocutores é conquistar os seus corações, antes mesmo das suas mentes. Ouvir alguém falar com paixão sobre um assunto, conecta pessoas à ideia, tornando-as muito mais predispostas a abraçá-la.

Além de imprimir emoção ao seu discurso, conheça essas dicas que podem ajudar a aprimorá-lo.

1. Ensaie o seu discurso

Tem uma reunião importante ou precisa apresentar algo aos seus colaboradores? Pratique antes. O improviso pode parecer uma ótima pedida, mas para quem ainda não tem uma habilidade desenvolvida de comunicação, é uma decisão bastante arriscada. Perder o raciocínio, repetir informações e deixar a insegurança tomar conta são apenas algumas das consequências quando não se tem o discurso preparado.

Banner E-book Dale Carnegie - Liderar Uma Equipe de Vendas

Ensaiar o que falar dá conhecimento e intimidade com o tema, deixando-o mais fácil de desenvolver. Isso, claro, dá mais segurança a quem irá falar.

2. Conheça seu público

A oratória envolve falas prolixas, cheias de palavras difíceis, e excessivamente preocupada com a forma: voz empostada, postura corporal enrijecida. Não há mais lugar para esse estilo de comunicação no mundo de hoje. Muito pelo contrário: um discurso eficiente é aquele que consegue se aproximar do seu público e fazer com que ele entenda a mensagem que foi passada. E lembre-se: todo mundo é público de um empreendedor.

Entender com quem você vai falar ajuda a moldar a apresentação e adaptá-la para melhorar o entendimento. Quem lida com assuntos bastante técnicos deve ter atenção a esse ponto e fazer com que jargões e outros termos sejam bem compreendidos por todos.

3. Fale com o corpo

Como falamos anteriormente, nem todo discurso é falado ou escrito. O corpo e a postura têm bastante impacto na aceitação de uma ideia. Falar olhando nos olhos, não dar as costas para os interlocutores e usar as mãos para complementar a fala são práticas comuns para bons apresentadores.

Não cruzar os braços é importante, uma vez que esse gesto pode mostrar que você está fechado ao diálogo. O que fazer com as mãos quando estiverem desocupadas é uma das perguntas que mais recebemos. O melhor lugar para a mão descansar é no final do braço. Simplesmente mantenha as mãos relaxadas naturalmente ao lado do corpo.

4. Complemente com recursos visuais

Além de ter a importante missão de complementar o que está sendo dito, usar recursos visuais pode ajudar a enriquecer a sua apresentação, aumentar a clareza e despertar o interesse do público. Faça do material um apoio para a sua apresentação, estruturando os tópicos que devem ser seguidos para a clareza do discurso.

Entretanto, vale aqui uma ressalva: nunca leia seus próprios slides. Esse é o primeiro passo para perder a atenção dos interlocutores ― afinal, se bastasse ler o material, não haveria necessidade de alguém apresentá-lo, certo?

5. Pratique

Como qualquer habilidade, a comunicação precisa de prática. Recorrer a essas dicas apenas em situações pontuais pode ajudar a ir bem em uma apresentação, mas não fará com que você se torne um grande apresentador. Por isso, a prática é a melhor maneira de aprimorar o seu discurso.

Seja sozinho ou com o apoio de treinamentos voltados para esse fim, é fundamental que a comunicação seja reforçada diariamente. Dessa forma, ela se torna uma habilidade natural do empreendedor, que o ajudará desde a apresentar e convencer investidores sobre suas ideias, até a gerenciar melhor os conflitos que possam existir na equipe.

Agora que você entendeu melhor sobre a importância da capacidade de comunicação para o empreendedorismo, queremos saber: qual a sua maior dificuldade ao falar em público? Responda nos comentários ou mande uma mensagem para a nossa equipe.

Banner E-book Dale Carnegie - Relações Interpessoais