O segredo para um trabalho melhor e maior pode não ser números melhores e maiores. Um estudo realizado pela Korn Ferry mostrou que as empresas com equipes focadas no propósito de sua organização tiveram taxas de crescimento anuais quase três vezes superiores à taxa anual de todo setor.

De acordo com a pesquisa, 90% das pessoas que trabalhavam em uma organização orientada por propósito e objetivos relataram sentir-se engajadas em seu trabalho. Em empresas que não são tão focadas no propósito, apenas 32% dos funcionários relataram sentimentos de envolvimento e conectividade com o trabalho que estavam fazendo.

Esses dados evidenciam que para ser bem-sucedido, o propósito do seu negócio deve ser tão claro quanto o nome no seu prédio, e não outra página “irrelevante” no seu manual de RH. Neste artigo abordaremos a importância em definir o propósito da sua empresa e as razões pelas quais as empresas que têm modelos orientados por propósitos e objetivos tendem a ser mais bem-sucedidas. Confira!

Tenha seu propósito claro

Uma maneira importante, porém simples, de focar o objetivo do seu negócio é garantir que o seu objetivo seja o mais claro possível. Isso significa falar constantemente sobre seu propósito – seja através de blogs, criação de conteúdo, mídia social, branding ou de pequenas maneiras, como se todos tivessem uma placa em suas mesas com os nove valores centrais de nossa empresa.

Um propósito claro é mais atraente para um cliente. Pense no sucesso de empresas como Nubank ou Uber. Elas são honestas sobre porque fazem seus produtos e serviços de uma certa maneira. Elas querem que você saiba: “Estamos fazendo as coisas de maneira diferente, de maneira inovadora e disruptiva.” Elas são transparentes sobre a intenção de seus negócios e mostram que estão tentando fazer a diferença no mundo. É atraente a ponto de despertar o desejo das pessoas para fazer parte disso.

A ascensão e o sucesso de empresas social e eticamente responsáveis ​​tem sido uma tendência nos últimos anos.  A autenticidade é importante aqui. Como líder, incentive – e insista, se necessário – que seu propósito conduza sua estratégia de negócios, a maneira como sua empresa é organizada, como as decisões são tomadas, quem é contratado ou não, e como a empresa e seus colaboradores se desenvolvem. Sem uma abordagem holística de “dentro e de fora” para um foco orientado a um propósito, você acabará com todas as boas intenções de ser bom sem ser capaz de realmente fazer o bem.

Foco em melhorias constantes

Ser focado no propósito não é tarefa fácil. É por isso que também é importante lembrar que é um processo. Lembre seus funcionários com frequência sobre como o objetivo do negócio está se desenvolvendo. Durante as reuniões semanais da equipe, temos um momento de destaque sobre como vimos um dos nossos valores sendo vivenciado por um membro da equipe ou cliente naquela semana. Também estamos abertos para compartilhar as lutas e vitórias dos negócios diários. É um lembrete útil de que você sempre pode atender melhor seus clientes.

Aqui está o ponto de partida: comece internamente com sua própria equipe em sua empresa e lembre-se do porquê do que você está fazendo. É fácil se envolver com os números, ver sua base de clientes crescer e aumentar o número de projetos.

Assim você fará um trabalho melhor se mantiver em foco o objetivo do seu negócio. Você reterá funcionários por mais tempo. Eles vão trabalhar juntos melhor, porque todos estão trabalhando para o mesmo propósito e objetivos. Seus clientes se sentirão mais alinhados e engajados com você, porque eles perceberão que a forma como você trabalha faz uma enorme diferença no modo como você os atende. É uma vitória para todos.

O propósito sempre esteve no coração das organizações, embora mais explicitamente em organizações sem fins lucrativos, onde a existência de uma organização é definida por sua causa: se está alimentando a juventude urbana, encontrando uma cura para o câncer ou acabando com o tráfico humano.

O propósito é mais profundo que a estratégia – é a razão pela qual a empresa existe além de ganhar dinheiro. É o que uma empresa defende, o que a diferencia de seus concorrentes – não apenas o que está escrito em um site, mas o que é conhecido por ser verdadeiro porque aparece em momentos importantes, consistentemente, para funcionários, clientes e outras partes interessadas. Afinal, a sociedade está exigindo que as empresas, tanto privadas quanto públicas, tenham um propósito social.

Propósito e engajamento dos clientes e funcionários

Se a experiência do cliente e do funcionário não estiver alinhada por um propósito comum, existe o risco de confusão, desconfiança e, por fim, atrito não apenas dos principais talentos, mas também dos principais clientes.

Banner E-book Dale Carnegie

O propósito também orienta as escolhas de responsabilidade social corporativa de uma organização. No entanto, um forte propósito organizacional se conectará com os corações e mentes de todos os tipos de colaboradores. Por quê? Porque os colaboradores são capazes de fazer conexões entre o trabalho diário e um objetivo ou projeto maior. O resultado? Eles são mais engajados, menos propensos a sair e mais propensos a representar sua empresa de forma consistente.

Os clientes se conectam com autenticidade

Os clientes classificam a simpatia e a confiança como fatores importantes quando se trata de lealdade. Se os clientes gostarem de você, eles estarão mais propensos a comprar de você, o que é exatamente o que você quer que eles façam.

Para que isso faça a diferença, o propósito da sua marca deve ser autêntico. Não escolha uma instituição de caridade aleatória que não tenha nada a ver com suas operações do dia a dia e anuncie que a apoia. Faça parte da missão da empresa, bem como parte do seu marketing. Se você for autêntico, ganhará clientes que também se identificam com sua missão e gostam de comprar de uma empresa com personalidade.

Vamos aceitar os fatos: todos nós queremos ganhar dinheiro. Mesmo se você ama o que faz, há contas a pagar. Mas as empresas que existem apenas com o propósito de ganhar dinheiro, muitas vezes não têm o que é preciso para fazê-lo a longo prazo.

Outro exemplo de uma empresa que leva a sério a definição de propósito é a Unilever, a gigante britânica de bens de consumo transnacional de 87 anos. O CMO da Unilever, Keith Weed, diz que suas “marcas com propósito” são as que mais geram crescimento para a empresa. Como a Unilever descobriu, os consumidores reconhecem e recompensam o comportamento positivo autêntico das marcas.

Você não precisa doar todos os seus lucros, é claro, mas suas atividades devem estar intimamente ligadas à sua declaração de missão, que deve apoiar o propósito geral da sua empresa (e isso inclui ganhar dinheiro). No futuro, o mercado só se tornará mais competitivo, de modo que aqueles que vinculam seus objetivos de negócios ao trabalho que fazem muitas vezes superarão aqueles que não o fazem.

Propósito significa satisfação pessoal

Quando seu trabalho te faz feliz, você fica mais feliz no geral. Em vez de viver por noites, fins de semana e feriados, você aproveita cada dia. Essa felicidade também se traduz em melhor saúde, reduzindo o risco de desenvolver insônia, depressão, diabetes, doenças cardíacas e outros problemas relacionados ao estresse. Suas relações pessoais também podem se beneficiar, já que você está mais feliz no trabalho.

Para os empreendedores, é importante questionar o objetivo da sua marca e garantir que o trabalho que você está realizando a cada dia ajude ainda mais esse propósito. Se os funcionários, clientes e investidores compartilharem sua visão, você terá mais chances de encontrar sucesso a longo prazo.

Atualmente, os CEOs enfrentam uma enxurrada de pressões competitivas, algumas antigas, como as demandas de curto prazo de acionistas e mercados, além de desafios mais recentes, como a interrupção do setor e os apelos cada vez maiores para que as empresas se mostrem dispostas e capazes de lidar com problemas globais. Desafios, como segurança alimentar e sustentabilidade.

E para lidar com essas pressões, as empresas precisam aproveitar as energias de seus funcionários para envolvê-las no crescimento e na inovação. É por isso que o propósito é tão valioso.

Dale Carnegie, em um dos seus principais ensinamentos, diz que “Muitas das coisas mais importantes do mundo foram conseguidas por pessoas que continuaram tentando quando parecia não haver mais nenhuma esperança de sucesso”. Para continuar tentando, apesar das dificuldades, é preciso ter um propósito claro e definido. Por isso, não desista de seus objetivos e sonhos. E, se você deseja continuar aprimorando seu desenvolvimento da sua empresa, conte com a Dale Carnegie para ajudá-lo!

Faça sua inscrição antecipada aqui