Fundar uma startup no mundo moderno está se tornando cada vez mais difícil. Entre a competição acirrada por capital de risco, participação de mercado e novos desafios apresentados por um ambiente de negócios em constante mudança, os empreendedores estão entrando de cabeça em águas pouco claras quando decidem criar sua startup e, naturalmente, muitos deles falham. Neste post, estaremos explorando algumas das razões.

A maioria dos empresários acha que estão construindo a próxima grande novidade. Na realidade, mais de 90% deles falhamMas você não é um deles certo? A maioria dos empresários nunca pensa que a sua empresa pode ser mais uma na lista fracassos.

Porém, antes de se aventurar no mundo do empreendedorismo, é preciso estar ciente das dificuldades que você encontrará pelo caminho. Confira neste artigo os principais motivos que levam as startups a falharem!

1. Não criar demanda por uma solução

Geralmente, as startups se anunciam dizendo que encontraram a solução perfeita para algum tipo de problema. Em seguida, elas falam sobre como seus serviços ajudarão a revolucionar o mercado escolhido e eliminarão completamente o problema. Tudo isso é bom, mas, ao planejar sua startup, você precisa ter certeza de que há realmente demanda por uma solução para o problema que você está querendo resolver. Se houver apenas algumas pessoas que experimentam o problema que você estará solucionando, quase ninguém usará seus serviços, é simples assim.

Você precisa evitar o que muitos fundadores de startups estão fazendo, criando uma demanda por uma solução para um pequeno problema. O que você deveria, de fato, estar fazendo, é como mencionado anteriormente, encontrar uma solução para um problema com uma grande quantidade de demanda preexistente. A menos que você já seja uma grande empresa, suas chances de criar demanda são muito pequenas e, mesmo que você tenha muito dinheiro à sua disposição, você estará desperdiçando isso oferecendo algo que ninguém realmente quer e sua startup não terá sucesso.

2. Negligenciar a importância do marketing

Um dos componentes mais importantes para o sucesso de sua startup é o marketing, não há duas maneiras de fazê-lo. Você pode ter o melhor produto do mundo que realmente revolucionará o seu setor, mas, se seus esforços de marketing se estenderem para algumas postagens no Facebook aqui e ali, você falhará.

Para comercializar efetivamente seu produto ou serviço, você precisa aparecer em todos os lugares, para que possa se envolver com o maior número possível de usuários em potencial. Felizmente, agora vivemos no mundo da mídia social, onde um perfil específico de público pode ser encontrado com o clique de um botão.

3. Times incompletos ou dispersos

Times sem pessoas com competência nas áreas de gestão, tecnologia ou de vendas. Ou sem ninguém com experiência prévia no setor de atuação. Fica difícil percorrer todos os desafios de se empreendedor sem competências essenciais no time.

Uma das coisas que muitos fundadores de startups parecem esquecer é a importância de sua própria equipe. As pessoas que você contrata podem ter estado com você desde o início e podem ter contribuído muito para o sucesso de sua startup, no entanto, como qualquer funcionário, elas começarão a procurar outro emprego se não se sentirem satisfeitas em sua função atual. A alta rotatividade de colaboradores pode ser extremamente prejudicial para uma startup, já que você pode começar a perder consistência nas áreas em que está ocorrendo a rotatividade, o que pode levar a uma empresa com menos desempenho.

Para garantir que as pessoas da sua equipe queiram ficar, trate-as como seres humanos capazes! Você deve explorar várias maneiras de maximizar o engajamento dos funcionários, isso poderia ser investindo em programas de bem-estar no local de trabalho, trabalho social e até mesmo oferecendo aos funcionários de longo prazo uma fatia do capital em sua empresa. Se um funcionário achar que tem interesse em seu trabalho, seja como amigos, ações, etc., será menos provável que ele saia.

Banner E-book Dale Carnegie - Liderar Uma Equipe de Vendas

A última coisa que você deseja é que seus colaboradores optem por ir para um de seus concorrentes, por insatisfação com sua empresa, não é mesmo?

4. Falta de controle do negócio

Como diria o bom e velho Peter Drucker, não se pode gerenciar aquilo que não se mede. Tem muito empreendedor que peca por não ter os principais indicadores do negócio à mão. Entender quais as métricas relevantes para cada negócio e tê-las sempre sob controle é essencial. E só medindo-as com constância é possível identificar problemas, bem como a eficiência ou não de possíveis soluções.

5. Não ter paixão pelo produto

Empreendedores apaixonados pelo próprio produto, achando que tem a ideia mais genial do mundo nas mãos, levam-na para o mercado sem antes realizar pesquisas e validações para entender se o que oferecem atende de fato uma demanda real e em volume suficiente para justificar o negócio. Antes de lançar, valide!

Crie um produto que faz você se orgulhar! Uma das coisas mais importantes para você como um fundador de startup é ter um produto que você pode se orgulhar. Ter um bom produto ou oferecer um bom serviço naturalmente aumentará o potencial de crescimento do seu negócio, pois mais pessoas provavelmente serão atraídas. Isso também será crucial quando você estiver procurando obter financiamento externo de um investidor.

Uma ótima maneira de testar se você tem um produto do qual possa se orgulhar é observar se sua própria equipe está defendendo abertamente seu produto sem o seu envolvimento. Se estão, você é um vencedor e provavelmente tem um produto brilhante. Se, no entanto, eles relutam em fazer isso, você precisa descobrir o motivo e deve repensar sobre o seu negócio.

Existem inúmeros exemplos de empresas que tiveram que fechar porque seu produto não foi bem recebido pelos clientes. Elas não levaram em consideração se o produto criaria uma boa experiência para o usuário e definitivamente não investiram tempo suficiente para analisar o produto para se certificarem de que era algo de que elas poderiam se orgulhar.

Além de tudo o que foi pontuado ao longo deste artigo, não deixe o medo do fracasso assustá-lo a ponto de nunca tentar. Em vez disso, aprenda com seus erros e leve-os adiante. Lembre-se do que disse Dale Carnegie: “Tente a sua sorte! A vida é feita de oportunidades. O homem que vai mais longe é quase sempre aquele que tem coragem de arriscar.”.

E se você deseja investir mais em você para se tornar um empreendedor de destaque, se quer aprender como iniciar seu próprio negócio, desenvolver habilidades empreendedoras ou trazer novas ideias e energia para sua organização atual, conte com os treinamentos da Dale Carnegie.

Banner E-book Dale Carnegie - Liderar Uma Equipe de Vendas